Anatel do Brasil deve tirar faixa 3,5GHz do leilão de sobras

O leilão de sobras de faixas realizado pela Agência Nacional de Telecomunicações do Brasil (Anatel) deve acontecer sem a faixa 3,5GHz. Uma consulta pública fez a proposta para o leilão, que foi adiado mas acontece ainda este ano, de não colocar a frequência a venda pois poderia haver interferência com os serviços de TV aberta por satélite na banda C.

Além das operadoras de satélites e radiofusoras, alguns fabricantes também votaram pela decisão de não realizar a venda, a fim de esperar a Conferência da Mundial da Radiocomunicação em novembro para discutir a possibilidade desta faixa também ser usada para serviço móvel.

A decisão final ainda precisa ser tomada pelo conselho, porém é provável que seja aprovada visto que além de a área técnica defender a exclusão da faixa do leilão, os pequenos provedores também não teriam interesse na compra.

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInEmail this to someonePrint this page

Anatel do Brasil deve tirar faixa 3,5GHz do leilão de sobras

O leilão de sobras de faixas realizado pela Agência Nacional de Telecomunicações do Brasil (Anatel) deve acontecer sem a faixa 3,5GHz. Uma consulta pública fez a proposta para o leilão, que foi adiado mas acontece ainda este ano, de não colocar a frequência a venda pois poderia haver interferência com os serviços de TV aberta por satélite na banda C.

Além das operadoras de satélites e radiofusoras, alguns fabricantes também votaram pela decisão de não realizar a venda, a fim de esperar a Conferência da Mundial da Radiocomunicação em novembro para discutir a possibilidade desta faixa também ser usada para serviço móvel.

A decisão final ainda precisa ser tomada pelo conselho, porém é provável que seja aprovada visto que além de a área técnica defender a exclusão da faixa do leilão, os pequenos provedores também não teriam interesse na compra.

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInEmail this to someonePrint this page