Brasileira Viamax de Santa Catarina encerra operações de TV por assinatura

A empresa catarinense Viamax, que oferece serviços de TV por assinatura e banda larga na região, está encerrando suas operações de serviço de TV por conta da interferência nos sinais, uma vez que o espectro de frequência teve sua faixa reduzida para exploração da banda larga móvel 4G (processo que está acontecendo em todo país atrelado à migração para TDT).

Segundo comunicado divulgado pela companhia, o novo serviço dentro da frequência deixou o serviço de TV (digital e analógico) precário. Mesmo com tentativas de novos procedimentos técnicos para reverter a situação, a empresa constatou a inviabilidade técnica da região e se viu forçada à interrupção involuntária da prestação do serviço.

Para que os clientes tivessem um prejuízo mínimo e conseguissem assinar outra TV paga a tempo, a Viamax disponibilizou o sinal até quinta-feira (26) e não cobrou mensalidade no mês de novembro. Também foi recomendado aos clientes que simplesmente descartassem os equipamentos instalados em suas residências e contatassem a central de atendimento por telefone ou e-mail para maiores esclarecimentos.

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInEmail this to someonePrint this page

Brasileira Viamax de Santa Catarina encerra operações de TV por assinatura

A empresa catarinense Viamax, que oferece serviços de TV por assinatura e banda larga na região, está encerrando suas operações de serviço de TV por conta da interferência nos sinais, uma vez que o espectro de frequência teve sua faixa reduzida para exploração da banda larga móvel 4G (processo que está acontecendo em todo país atrelado à migração para TDT).

Segundo comunicado divulgado pela companhia, o novo serviço dentro da frequência deixou o serviço de TV (digital e analógico) precário. Mesmo com tentativas de novos procedimentos técnicos para reverter a situação, a empresa constatou a inviabilidade técnica da região e se viu forçada à interrupção involuntária da prestação do serviço.

Para que os clientes tivessem um prejuízo mínimo e conseguissem assinar outra TV paga a tempo, a Viamax disponibilizou o sinal até quinta-feira (26) e não cobrou mensalidade no mês de novembro. Também foi recomendado aos clientes que simplesmente descartassem os equipamentos instalados em suas residências e contatassem a central de atendimento por telefone ou e-mail para maiores esclarecimentos.

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInEmail this to someonePrint this page