Brasileiros assistem mais a streaming do que TV aberta

A empresa de medição e análise de mídia ComScore realizou com parceria da Internet Media Services (IMS) uma pesquisa sobre viewers de vídeos online na América Latina que apontou as atuais mudanças no modo de ver televisão, mostrando que o público brasileiro já assiste a mais conteúdo streaming e vídeos a la carte (82%), como Netflix e YouTube, do que TV aberta (73%).

Os números para toda a América Latina são praticamente iguais (81% x 70%), sendo que 36% deste público assiste a vídeos fora de casa e o smartphone é o aparelho mais usado para assistir a vídeos digitais. Segundo dados do estudo fornecidos ao NexTV, o brasileiro gasta 13.6 horas por semana assistindo a vídeos digitais com horários espalhados pelo dia, ou seja, começa a decaída do conceito de prime time: “My Time is the new Prime Time” (meu horário é o novo horário nobre).

Filmes, séries de TV e música são os conteúdos preferidos e mais consumidos pelos latino-americanos, e a tendência é que quanto mais curto o conteúdo, menor a tela usada para vê-lo. A pesquisa coletou informações de usuários no Brasil, México, Argentina, Colômbia, Chile e Peru que assistiram conteúdo de vídeo digital durante junho a agosto de 2015 e o objetivo das análises de consumo é fornecer informações para que proprietários de marcas e conteúdos entendam a atual multiplicidade de dispositivos e novas formas de consumo de vídeo para melhor direcionar seus investimentos.