CMTV de Portugal busca produtoras locais para realização de conteúdo na África

Lançado em Angola e em Moçambique em 2014, a emissora CMTV (Correio da Manhã TV) busca encontrar parceiros para a realização de conteúdos em ambos países até março de 2016.

“O caminho em Angola e Moçambique é na procura de parceiros locais e na obtenção de receitas publicitárias. O próximo ano da CMTV, o terceiro ano de vida, tem de ser o ano em que isso de concretiza” contou o Diretor da CMTV, Octávio Ribeiro, ao portal Lusa.A procura de parceiros locais, “que ainda não começou no terreno”, e de receitas publicitárias, tem como objetivo a criação de condições para diversificar a emissão.

“Sempre que quisermos podemos enviar para o nosso sinal da África uma emissão diferente da que fazemos em Portugal, mas deixamos essa possibilidade para o momento em que encontrarmos parceiros locais para produzir conteúdos em parceria e também para quando o mercado local começar a reagir à nossa capacidade de penetração no consumo”, finalizou o executivo. O Correio da Manhã TV está presente nas operadoras DStv da Angola e de Moçambique.

CMTV de Portugal busca produtoras locais para realização de conteúdo na África

Lançado em Angola e em Moçambique em 2014, a emissora CMTV (Correio da Manhã TV) busca encontrar parceiros para a realização de conteúdos em ambos países até março de 2016.

“O caminho em Angola e Moçambique é na procura de parceiros locais e na obtenção de receitas publicitárias. O próximo ano da CMTV, o terceiro ano de vida, tem de ser o ano em que isso de concretiza” contou o Diretor da CMTV, Octávio Ribeiro, ao portal Lusa.A procura de parceiros locais, “que ainda não começou no terreno”, e de receitas publicitárias, tem como objetivo a criação de condições para diversificar a emissão.

“Sempre que quisermos podemos enviar para o nosso sinal da África uma emissão diferente da que fazemos em Portugal, mas deixamos essa possibilidade para o momento em que encontrarmos parceiros locais para produzir conteúdos em parceria e também para quando o mercado local começar a reagir à nossa capacidade de penetração no consumo”, finalizou o executivo. O Correio da Manhã TV está presente nas operadoras DStv da Angola e de Moçambique.