Justiça aprova plano de recuperação da Oi

A Justiça homologou, na segunda-feira (8), o plano de recuperação judicial da Oi, que havia sido aprovado em assembleia geral de credores no dia 20 de dezembro.
O plano foi homologado pelo juiz da 7ª Vara Empresarial do Rio, Fernando Viana, e prevê pagamento a 30 mil credores em até 10 dias. Já os credores trabalhistas começarão a receber em até 180 dias, segundo informa Folha de S. Paulo.
Em sua decisão, o magistrado afirma que a recuperação “traz números nunca antes vistos em um processo de recuperação judicial. Não custa lembrar que o Grupo Oi é um dos maiores conglomerados empresariais do Brasil, com forte impacto na economia brasileira e recolhedor de valores bilionários aos cofres públicos a título de impostos”.
Viana menciona que a empresa tem 70 milhões de usuários, gera mais de 140 mil empregos, tem cerca de 3 mil municípios que dependem exclusivamente de sua rede e está presente em quase 100% do território nacional.
O juiz também negou o pedido de convocação para assembleia de acionistas, solicitada pela Pharol para o dia 7 de fevereiro.