No Brasil, grupo Globo de televisão fatura R$ 16 bilhões e aumenta lucro em 30% em 2015

No relatório do balanço da maior empresa de comunicação do Brasil, a Rede Globo, obteve um lucro no faturamento anual em 2015 de R$ 16 bilhões (3.946 bilhões euros). Mesmo em um ano de crise econômica, o Grupo Globo conseguiu manter o faturamento em alta em 2015. O lucro líquido teve aumento real, descontada a inflação, de 30% e fechou em R$ 3 bilhões (740 bilhões euros).

 

Porém se comparar com o ano anterior em 2014 ele se mantém estável. Segundo a Folha, o principal motivo foram o faturamento das altas receitas financeiras de publicidade. Do fim de 2014 para o final do ano passado (2015), elas passaram de R$ 918 milhões (227 milhões euros), para R$ 2,1 bilhões (518 bilhões euros). Em 2015, o grupo fechou com R$ 4,6 bilhões (1.135 bilhões euros) em caixa, contra R$ 2,5 bilhões (617 bilhões euros) em 2014.

 

Em ressalta, o balanço do grupo Globo não inclui a Infoglobo, responsável pelos jornais “O Globo” e “Extra”. Já as revistas da Editora Globo e as rádios do Sistema Globo de Rádio estão na lista. A TV aberta continua como peça principal para o faturamento. Foram 17 milhões de comerciais produzidos por mais de 30 mil anunciantes.

 

A emissora pretende ampliar a oferta de conteúdo online nos Jogos Olímpicos. A ideia é disponibilizar uma grade com 50 canais esportivos na internet e outros 16 na TV fechada para cobrir todos os eventos da competição, algo recorde dentro do Grupo e até mesmo na TV da América Latina.