Receita de telecomunicações da Algar Telecom cresce 7,5% no terceiro trimestre

A Algar Telecom divulgou – na quinta-feira (10) – os resultados de seu balanço financeiro do terceiro trimestre do ano. A receita líquida da companhia cresceu 6,3% para R$ 656 milhões (€ 178 milhões), na comparação com o terceiro trimestre de 2015. As receitas dos serviços de telecomunicações foram de R$ 450,1 milhões (€122 milhões), aumento de 7,5%.

A receita bruta consolidada do negócio fixo somou R$ 501,4 milhões (€ 136 milhões) no 3T16. A receita dos serviços de voz fixa totalizou R$ 114,3 milhões (€31 milhões); as receitas de uso de rede encerraram o 3T16 em R$ 8,7 milhões (€2,4 milhões). Já a receita de serviços de dados superou em 20,3% a registrada no 3T15, atingindo R$ 326,9 milhões (€88,7 milhões). As receitas de TV por assinatura foram de R$ 33,6 milhões (€9,1 milhões) e a receita de outros serviços somou R$ 17,9 milhões (€4,8 milhões).

O negócio móvel da Algar Telecom apresentou receita bruta de R$ 119,1 milhões (€32 milhões) no trimestre, 5,6% superior ao 3T15, impulsionado pelos serviços de dados móveis e venda de aparelhos.

O EBITDA consolidado da Algar Telecom alcançou R$ 181,3 milhões (€49 milhões) no 3T16 e o EBITDA do negócio Telecom alcançou R$ 161,9 milhões (€44 milhões), evolução positiva de 10,5% em comparação ao 3T15.

Algar Telecom registrou em setembro 3,5 milhões de unidades geradoras de receita (UGRs): 1,64 milhões de telefonia fixa (+15,3% no comparativo anual), 1,3 milhões de telefonia móvel (+4,5%), 457 mil de banda larga (+9,3%) e 100 mil de TV por assinatura (-8,3%).