Tecnologia Sat>IP pode chegar em breve ao Brasil para distribuir sinal DTH

Em 2014 foi anunciado pela operadora de satélites SES Brasil a solução multitela Sat>IP, capaz de transmitir o conteúdo de televisão por assinatura recebido por DTH para os aparelhos móveis como smartphones e tablets, e a tecnologia pode estar mais próxima de chegar ao país com o começo da fase de testes anunciado pela empresa.

Segundo Jurandir Pitsch, vice-presidente de desenvolvimento de mercado da SES para a América Latina, a tecnologia está sendo testada por uma grande operadora de TV paga, cujo nome ele não revelou, para ser distribuída em condomínios por meio de uma antena. O usuário que assina a TV poderá então conectar todos seus aparelhos no mesmo roteador de Internet, e assim acessar a programação por meio da rede.

A instalação se dá por meio de uma rede sem fio, onde os set-top boxes Wi-Fi distribuem o sinal para toda a região e cada usuário acessa o conteúdo de acordo com o pacote o qual tem assinatura. A empresa anunciou também que juntamente com o Sat>IP será lançado o projeto Altera (ainda sem nome comercial oficial), que torna possível à operadora de DTH explorar serviços VOD, mantendo assim a relevância dos satélites mesmo em tempos de valorização de serviços OTT.

Tecnologia Sat>IP pode chegar em breve ao Brasil para distribuir sinal DTH

Em 2014 foi anunciado pela operadora de satélites SES Brasil a solução multitela Sat>IP, capaz de transmitir o conteúdo de televisão por assinatura recebido por DTH para os aparelhos móveis como smartphones e tablets, e a tecnologia pode estar mais próxima de chegar ao país com o começo da fase de testes anunciado pela empresa.

Segundo Jurandir Pitsch, vice-presidente de desenvolvimento de mercado da SES para a América Latina, a tecnologia está sendo testada por uma grande operadora de TV paga, cujo nome ele não revelou, para ser distribuída em condomínios por meio de uma antena. O usuário que assina a TV poderá então conectar todos seus aparelhos no mesmo roteador de Internet, e assim acessar a programação por meio da rede.

A instalação se dá por meio de uma rede sem fio, onde os set-top boxes Wi-Fi distribuem o sinal para toda a região e cada usuário acessa o conteúdo de acordo com o pacote o qual tem assinatura. A empresa anunciou também que juntamente com o Sat>IP será lançado o projeto Altera (ainda sem nome comercial oficial), que torna possível à operadora de DTH explorar serviços VOD, mantendo assim a relevância dos satélites mesmo em tempos de valorização de serviços OTT.