Traffic do Brasil pode impedir acordo entre Fox Sports e Conmebol

O canal de TV por assinatura Fox Sports fechou um acordo com a Conmebol pelos direitos mundiais e exclusivos de transmissão da Copa Libertadores, Copa Sul-Americana e outros torneios de futebol da região até 2018, mas o contrato pode ser ameaçado pela Traffic, empresa brasileira que detinha os direitos, mas está envolvida em um escândalo de corrupção.

A Traffic afirma que a Conmebol assinou um acordo sem ter rompido o anterior que tinha com a empresa, que está sendo acusada por pagamento de suborno aos dirigentes da entidade. “Diferentemente do que foi publicado, os direitos internacionais de transmissão da Copa Libertadores e da Copa Sul-Americana de 2016 a 2018 para fora do continente americano são de propriedade da Traffic Sports. Os contratos entre a Traffic Sports e a Torneos y Competencias são válidos, assim como os contratos entre a Traffic Sports e seus clientes, notadamente veículos de televisão e agências de fora das Américas”, diz o comunidado.

A argentina Torneos y Competencias também está sendo acusada de pagar subornos pelos direitos de transmissão e embora a Traffic esteja autorizada a funcionar mediante o repasse dos lucros para judiciário como reparação, a Conmebol decidiu ignorar os ditos contratos e assinou com o Fox Sports sem revelar valores ou abrir concorrência, para afastar as empresas envolvidas em corrupção.

Traffic do Brasil pode impedir acordo entre Fox Sports e Conmebol

O canal de TV por assinatura Fox Sports fechou um acordo com a Conmebol pelos direitos mundiais e exclusivos de transmissão da Copa Libertadores, Copa Sul-Americana e outros torneios de futebol da região até 2018, mas o contrato pode ser ameaçado pela Traffic, empresa brasileira que detinha os direitos, mas está envolvida em um escândalo de corrupção.

A Traffic afirma que a Conmebol assinou um acordo sem ter rompido o anterior que tinha com a empresa, que está sendo acusada por pagamento de suborno aos dirigentes da entidade. “Diferentemente do que foi publicado, os direitos internacionais de transmissão da Copa Libertadores e da Copa Sul-Americana de 2016 a 2018 para fora do continente americano são de propriedade da Traffic Sports. Os contratos entre a Traffic Sports e a Torneos y Competencias são válidos, assim como os contratos entre a Traffic Sports e seus clientes, notadamente veículos de televisão e agências de fora das Américas”, diz o comunidado.

A argentina Torneos y Competencias também está sendo acusada de pagar subornos pelos direitos de transmissão e embora a Traffic esteja autorizada a funcionar mediante o repasse dos lucros para judiciário como reparação, a Conmebol decidiu ignorar os ditos contratos e assinou com o Fox Sports sem revelar valores ou abrir concorrência, para afastar as empresas envolvidas em corrupção.