Brasil será o maior mercado da Netflix na América Latina em 2016

 

De acordo com o novo relatório da Dataxis, o Brasil vai ultrapassar o México e se tornar o principal mercado da Netflix na América Latina ainda este ano. Dataxis prevê que o Brasil vai concentrar 40,8% das assinaturas pagas do serviço de streaming na região até o fim de 2016.

 

Segundo Dataxis, no final de 2015 México foi o principal mercado da Netflix na região com 40,2% de participação no total de assinaturas pagas da Netflix na América Latina.

 

A pesquisa indica também que a Netflix está perdendo participação de mercado para suas concorrentes na América Latina, um fenômeno que já aconteceu nos Estados Unidos. Segundo a previsão, Netflix vai manter a sua liderança no mercado S-VOD da região, mas a sua participação vai cair de 60% em 2015 para 49,6% em 2021.

 

O serviço norte-americano lidera o mercado S-VOD OTT da América Latina desde seu lançamento em 2011, e só a plataforma Claro Video (América Móvil) se posicionou como o único concorrente sério, embora isso tenha acontecido só em alguns mercados, principalmente no México.

 

Para Dataxis, o lançamento da plataforma OTT HBO GO marcou o início de uma nova etapa da concorrência e de um novo modelo de comercialização, em parceria com provedores de banda larga. Além da HBO e da América Móvil, também a Telefônica está expandindo seu serviço OTT para outros países da região.

 

O relatório da Dataxis analisa o desempenho da Netflix e da Claro Video no período 2012-2021 na América Latina (19 países).