Irdeto identifica mais de 5 mil streams ilegais na Copa do Mundo

A Irdeto, empresa de segurança para plataformas digitais, identificou 5.088 streams ilegais redistribuindo jogos da fase de grupos da Copa do Mundo de 2018, na Rússia.
A seleção brasileira foi o time mais pirateado com mais de 582 streams ilegais. Logo atrás estão Marrocos (561 streams) e Portugal (535 streams). A Bélgica ficou no quarto lugar (526 streams) e a Inglaterra em quinto (523 stream).
Os canais de mídia social, incluindo Facebook, Periscope, YouTube e Twitch, foram o principal veículo para streams ilegais. Segundo a Irdeto, 3.773 do total de 5.088 streams foram detectados nos canais de mídia social, alcançando uma estimativa de 4,3 milhões de espectadores.
O jogo da fase de grupos que atraiu mais telespectadores ilegais nas redes sociais foi o Brasil contra a Suíça, com uma estimativa de 613.715 espectadores.