Presidente da América Móvil diz que não vai pagar pelos sinais das emissoras abertas

O presidente do grupo América Móvil no Brasil, José Félix, comentou pela primeira vez sobre as negociações com a Simba, empresa que representa os interesses das emissoras de TV aberta Record, STB e RedeTV. “Não vamos pagar”, disse o executivo a um grupo de jornalistas em Brasília.

“Não existe a hipótese de onerar o assinante, e o nosso esforço tem que ser de racionalizar os custos ainda mais”, afirmou Félix, segundo informações do site Teletime News. O executivo lembrou que a crise econômica vem afetando o mercado de TV paga desde 2014.

O Grupo América Móvil controla as operações da Net, principal serviço de TV por assinatura do Brasil, e da Claro HDTV.  Juntas as duas empresas detêm 52% do mercado de TV paga.

Segundo o jornalista Daniel Castro do UOL, no encontro Félix apontou uma possível solução: as operadoras aceitariam pagar um valor por assinante, mas Record, SBT e RedeTV! as reembolsaria com a veiculação de anúncios em seus intervalos.

A Record, SBT e RedeTV cortaram seus sinais das principais operadoras de TV por assinatura (com exceção da Vivo) em São Paulo e Brasília, onde já ocorreu o apagão analógico. Os canais querem ser remunerados pelo sinal HD.

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInEmail this to someonePrint this page