Satélite Star One D1 inicia operação comercial

A operadora Embratel Star One iniciou a operação comercial do Star One D1, que cobrirá toda América Latina, incluindo o Brasil. O novo satélite ocupa a posição orbital de 84° W e está equipado com bandas C, Ku e Ka.

O Star One D1 é resultado de cerca de US$ 400 milhões de investimento. Possui 28 transponders em Banda C para garantir a disponibilidade de sinais de voz, TV, rádio e dados, incluindo Internet. Possui 24 transponders na Banda Ku para assegurar a oferta de serviços de transmissão de vídeos, além de Internet e telefonia para localidades remotas. Está equipado com cerca de 300 transponders equivalentes em Banda Ka, que permitem interligar pontos remotos ao backbone celular via satélite e a transmissão de dados em altíssima velocidade.

“Vamos atender regiões que precisam de interconexão de redes celulares via satélite, além de prover diversos serviços corporativos, tais como interligação de empresas à Internet”, diz Gustavo Silbert, Presidente da Embratel Star One.

O Star One D1 é o maior já construído pela Embratel Star One e o nono satélite da frota da empresa. Faz parte da quarta geração, designada como Família D, e complementa a estrutura já composta por cinco satélites em órbita geoestacionária (Star One C1, C2, C3, C4 e C12) e por três em órbita inclinada (Brasilsat B2, B3 e B4).

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInEmail this to someonePrint this page