TV Brasil e NBR transmitirão sinais pelo satélite Amazonas 3 da Hispamar

A Empresa Brasileira de Comunicação (EBC) fechou um contrato com a Hispamar, operadora brasileira de satélite do Grupo Hispasat, para transmitir os sinais dos canais TV Brasil e NBR a todo o continente americano por meio do satélite Amazonas 3, além de garantir contribuições dos outros países para os canais.

A Hispamar, que tem centro técnico no Brasil o oferece equipe técnica para atendimento ao cliente 24 horas por dia, ganhou o contrato na licitação convocada pela empresa pública e vai fornecer capacidade espacial em banca C, para contribuir com a transmissão de eventos e matérias informativas e jornalísticas dos dois canais.

Desde o começo de setembro ambos canais já transmitem contribuições e conteúdos próprios a todo o Brasil pelo satélite Amazonas 3. A cobertura panamericana do satélite permitirá a expansão de contribuições de vídeo para América Latina e Estados Unidos e ampliação da programação sem elevar o custo. Para o diretor de negócios da América do Sul da Hispamar, Sergio Chaves, a aliança permitirá usar a tecnologia do satélite para melhor transmitir os sinais, além de ampliar e diversificar suas ofertas já que os canais poderão retransmitir conteúdo produzido no Brasil e em diversos outros países do continente.

TV Brasil e NBR transmitirão sinais pelo satélite Amazonas 3 da Hispamar

A Empresa Brasileira de Comunicação (EBC) fechou um contrato com a Hispamar, operadora brasileira de satélite do Grupo Hispasat, para transmitir os sinais dos canais TV Brasil e NBR a todo o continente americano por meio do satélite Amazonas 3, além de garantir contribuições dos outros países para os canais.

A Hispamar, que tem centro técnico no Brasil o oferece equipe técnica para atendimento ao cliente 24 horas por dia, ganhou o contrato na licitação convocada pela empresa pública e vai fornecer capacidade espacial em banca C, para contribuir com a transmissão de eventos e matérias informativas e jornalísticas dos dois canais.

Desde o começo de setembro ambos canais já transmitem contribuições e conteúdos próprios a todo o Brasil pelo satélite Amazonas 3. A cobertura panamericana do satélite permitirá a expansão de contribuições de vídeo para América Latina e Estados Unidos e ampliação da programação sem elevar o custo. Para o diretor de negócios da América do Sul da Hispamar, Sergio Chaves, a aliança permitirá usar a tecnologia do satélite para melhor transmitir os sinais, além de ampliar e diversificar suas ofertas já que os canais poderão retransmitir conteúdo produzido no Brasil e em diversos outros países do continente.