Uncategorized

DAZN diminui mensalidade e terá Paranaense com exclusividade

14views

O DAZN anunciou nesta segunda-feira, 16 de dezembro, que terá exclusividade na transmissão do Campeonato Paranaense de 2020, primeiro regional a ser exibido pelo serviço no mercado nacional. De acordo com o DAZN, a competição terá pelo menos 52 jogos disponíveis para os assinantes. A plataforma também divulgou que diminuirá o valor da mensalidade em 48% no primeiro trimestre de 2020. O valor cairá de R$ 37,90 para R$ 19,90, e estará disponível tanto para novos assinantes como para os que já assinam desde maio.

“Já temos um grande número de brasileiros dentro da plataforma e alcançamos recorde de downloads em apenas sete meses de operação. Estamos muito otimistas com a velocidade e a escala de crescimento que ganharemos com o novo preço de R$ 19,90 por mês. Seguiremos investindo em conteúdo de qualidade para os nossos assinantes e a chegada de uma competição com a importância do Campeonato Paranaense reforça nossas intenções no país”, declarou Bruno Rocha, vice-presidente executivo do DAZN no Brasil.

Com o Paranaense, a plataforma aumenta ainda mais seu portfólio de futebol no Brasil, onde já tem os direitos da Série C do Brasileirão, Copa Sul-Americana, Série A (Campeonato Italiano), e Ligue 1 (Campeonato Francês). Recentemente, adquiriu também os direitos exclusivos dos campeonatos Turco e Mexicano, além de ter transmitido sem concorrência a Libertadores 2019 Feminina, que terminou com título do Corinthians no último mês de outubro. Recentemente, o Observatório da Televisão (UOL) reportou uma negociação entre a DAZN e a Globo para a exibição de algumas partidas da Copa do Brasil 2020 na plataforma, em troca de atribuir algumas partidas da Copa Sul-Americana à Globo.

Além disso, o serviço de streaming de esportes inaugurou seu primeiro escritório no Brasil. No bairro da Vila Olímpia, em São Paulo, o espaço de 700 m² conta com infraestrutura e recursos para dar suporte a mais  de 60 colaboradores da empresa. A inauguração acontece sete meses após a chegada da plataforma ao país.