Uncategorized

Globo aumenta receita em 2018, mas o Grupo tem queda de 26%

12views

O balanço do Grupo Globo, divulgado em 12 de março, revelou que o maior emissor do Brasil conseguiu aumentar suas receitas em 2018, mas, apesar disso, teve uma queda de 26% devido ao aumento dos custos operacionais. Segundo o documento, apenas a Globo TV e seu portal na internet tiveram um déficit operacional de R$ 530 milhões, contra R$ 87 milhões negativos em 2017. O resultado deveu-se, entre outros fatores, ao aumento dos custos causados por coberturas como a Copa do Mundo na Rússia.

O documento diz que a Globo aumentou suas receitas líquidas de R$ 9,8 bilhões em 2017 para R$ 10 bilhões em 2018, estancando uma queda que vinha ocorrendo desde 2015. Nesse ano, a receita da empresa foi menor: R$ 11,1 bilhão , e R$ 10,6 bilhão em 2016.

A Globo também teve um aumento nas receitas financeiras: a TV e o portal da internet passaram de R$ 545 milhões em 2017 para R$ 930 milhões em 2018, um número recorde nos últimos anos. Os resultados de todo o Grupo registraram uma receita operacional de R$ 1 bilhão  em 2018, quando em 2017 o número permaneceu em R$ 1,8 bilhão. A receita líquida teve um declínio, de R$ 14,8 bilhões em 2017 para R$ 14,7 bilhões no ano passado. A receita financeira do grupo também aumentou de R$ 943 milhões para R$ 1.086 bilhão.

Os custos de operação da TV quanto de todo o conglomerado também aumentaram. A TV subiu de R$ 7,6 bilhões em 2017 para R$ 8,4 bilhões no ano passado. Para o Grupo Globo, os custos operacionais de 2017 subiram de R$ 9,8  bilhões para R$ 10,9 bilhões. Com todos esses fatores em mente, o Grupo Globo registrou uma queda de 26,4% no lucro. Em 2017, o número chegou a R$ 1,85 bilhões e, em 2018, o número caiu para R$ 1,36 bilhões.