Uncategorized

Viu Review lança aplicativo com sugestões personalizadas de filmes e séries

14views

A Viu Review, serviço de recomendação personalizada de filmes e séries, lançou o seu aplicativo, o VRW, para dispositivos iOS e Android. Idealizada por André Siqueira, a versão para desktop da plataforma foi lançada em janeiro de 2019, com o objetivo de auxiliar os brasileiros assinantes de serviços de streaming a decidirem entre ver as melhores opções de séries e filmes oferecidas pela Netflix, Amazon Prime Video e HBO GO, entre outras plataformas. O aplicativo VRW é gratuito, e a versão em app está disponível desde o último mês de outubro. 

Segundo reportaram os websites especializados do Brasil, a tecnologia com Inteligência Artificial desenvolvida pela Viu Review permite um amplo cruzamento de informações com o objetivo de sempre aprender com a jornada de usuário que está cadastrado na plataforma, entendendo quais as suas preferências mais particulares. Ao ser unir com a curadoria humana, que já analisou o que existe de melhor nos serviços de streaming, surgem as recomendações que, realmente, são personalizadas.

“O grande diferencial da Viu Review é que 100% do conteúdo é analisado por uma equipe especializada antes de entrar na plataforma, ou seja, só disponibilizamos para recomendação os filmes e séries que nosso usuário realmente vai gostar, tanto que nossa taxa de assertividade é de 99,79%. Como temos uma tecnologia que nos indica o que esse usuário tem interesse de assistir, nunca tivemos que nos preocupar com quantidade, focamos sempre na qualidade”, afirma André Siqueira.

Caso o usuário ainda não seja cadastrado na versão desktop da plataforma e queira iniciar a experiência pelo VRW, basta baixar o aplicativo, cadastrar um email e senha válidos, selecionar os serviços de streaming  que ele assina e escolher um estilo de conteúdo para começar o aprendizado, como por exemplo “drama sobre relações” ou “documentário de crimes”. Após esses passos, as recomendações personalizadas estarão disponíveis toda vez que o cliente acessar o app. 

“Esperamos para lançar o aplicativo porque queríamos entregar a melhor experiência possível para nosso usuário. Não queríamos criar listas ou usar APIs de terceiros para encher nossa plataforma de títulos e confundir ainda mais as pessoas. O foco era a personalização. Criar uma ferramenta que, depois de cadastrado, o usuário só precisasse entrar no app que as melhores recomendações, baseadas no gosto pessoal dele, já estariam disponíveis, da forma mais simples e fácil possível”, completa Siqueira.