BRASIL

Alianza destaca Brasil pelo combate à pirataria de conteúdo

18views

A Aliança Contra a Pirataria da TV por Assinatura (“Alianza”) anunciou hoje os resultados bem-sucedidos da segunda fase da Operação 404, a maior operação de fiscalização contra a pirataria de conteúdo já realizada na América Latina. Foram cumpridos 25 mandados judiciais de busca e apreensão em dez estados brasileiros, e também foram bloqueados ou suspensos 252 sites e 65 aplicativos de streaming que transmitiam ilegalmente filmes, séries, programas de televisão, esportes e outros conteúdos protegidos por direitos autorais. Estima-se que a operação tenha impactado mais de 26 milhões de usuários.

A operação realizada no Brasil no dia 5 de novembro, foi coordenada pela Secretaria de Operações Integradas (SEOPI) do Ministério da Justiça e Segurança Pública do país, com o objetivo de reprimir crimes contra a propriedade intelectual cometidos com a distribuição ilegal de conteúdo na internet. Os mandados foram executados nos seguintes estados: Bahia, Ceará, Goiás, Mato Grosso, Minas Gerais, Paraná, Pernambuco, Rio Grande do Norte, Santa Catarina e São Paulo. A primeira fase da operação 404, realizada em 2019, obteve mais de 300 bloqueios, sendo 210 sites ilegais e 100 aplicativos ilegais.

“Esses esforços são um resultado direto da estreita colaboração entre a Alianza e seus membros, agências e órgãos oficiais do governo brasileiro. As nossas investigações e a nossa inteligência podem nos levar longe, mas é fundamental que os governos locais continuem se concentrando em resolver a questão, melhorar as leis de propriedade intelectual e aproveitar os recursos que temos”, afirmou Javier Figueras, presidente da Alianza. “Continuaremos despendendo esforços para estabelecer relações com outros produtores de conteúdo da indústria do entretenimento, assim como com autoridades oficiais em toda a América Latina, e queremos que eles se unam a nós nessa aliança para atingirmos os nossos objetivos comuns”, adicionou o executivo.